fbpx

Psicoterapia para Adolescentes: O que é?

A psicoterapia é um tratamento onde paciente e psicólogo unem forças para trabalhar questões emocionais do indivíduo. A partir dela, o jovem consegue operar melhor a sua aflição, entendendo aspectos inerentes às questões da vida. Graças à psicoterapia para adolescentes, as transformações que passamos nessa existência são mais bem explicadas.

Para o adolescente que está passando por uma fase de encontro, a psicoterapia surge como forma de esclarecer dúvidas. Embora não exista alguém específico para entender suas motivações, há um local onde elas podem ser trabalhadas. Contrariando o que muitos jovens pensam, não se trata de um tribunal, mas, sim, um campo neutro ao mundo externo.

Um dos principais canais para a viabilização da terapia é por meio da fala. Muitos adolescentes carregam uma represa emocional dentro de si, acumulando com o tempo o que ele não consegue dizer ao mundo. Ao invés disso, as suas ações falam mais alto, exibindo um comportamento agressivo ou mais quieto.

Qual o objetivo da Psicoterapia para Adolescentes?

A psicoterapia para adolescentes proporciona uma forma de romper essa represa aos poucos. Isso é um processo delicado, visto que o jovem precisa se conhecer da forma que consegue por hora. Devagar e no tempo dele, sua carta emocional é mais bem construída, escrita e trabalhada. Embora alguns rejeitem de início, passam a se sentir à vontade com o tempo.

Nessa jornada, é dado a ele a chance de descobrir as causas e os padrões de comportamento que impedem sua felicidade. Através da psicoterapia, ele montará um mapa e visualizará quais pontos precisam de maior atenção e consequente reparo. Com isso, o adolescente pode alcançar a satisfação emotiva em sua plenitude.

Como acontecem as sessões de Psicoterapia para Adolescentes?

A partir da primeira sessão já serão trabalhados os objetivos que se quer alcançar na terapia. Como forma de orientação, os pais também são convidados a participar de uma sessão, contanto que o paciente saiba, para evitar desconfortos. Durante 50 minutos aproximadamente, o terapeuta, o paciente e seus pais construirão um alinhamento a ele.

O que acontece nas sessões?

Dentre todas as coisas que acontecem em sua vida, a terapia consegue construir um espaço onde o jovem pode sentar e fazer uma revisão. Com isso, começa a destrinchar paradigmas que ele mesmo criou em sua mente. Será que o mundo parece realmente um vilão ou é a perspectiva atual de um indivíduo que o leva a isso?

Como dito acima e repetido, o adolescente ainda está construindo sua visão de mundo. A partir dessa visão é que ele direciona o seu comportamento através das ações e do seu próprio pensamento. É isso que serve de catalisador às suas reações aos estímulos externos. Mais do que nunca, um indivíduo se sente só e assustado.

Adolescentes precisam de atenção 

Há uma necessidade de atenção muito grande porque esse jovem quer se sentir protegido. Nas tentativas de conseguir esse lugar, acaba emulando determinada imagem a fim de se encaixar em um grupo. Ainda que de forma inconsciente, como um indivíduo é semelhante ao nicho, é bem-vindo nele.

Qual o resultado esperado das sessões?

A terapia mostra que, com o tempo, reações adversas podem vir à tona. Se uma pessoa constrói um personagem com intuito de entrar em algo, sua identidade real fica sufocada. É isso que tanto tensiona o jovem, mesmo que não saiba conscientemente. A sua real natureza em formação e projeção está o levando a um caminho diferente ao que ele tem agora.

Agora, imagine quando esse mesmo adolescente tem um espaço pessoal para contar o que lhe acontece da forma como pode? Mesmo que muitos tenham preconceito com a ideia, uma psicoterapia é uma intervenção sadia e bem-vinda. O jovem pode expor sua trilha até ali com a certeza de que se municiará com o que acontecerá em diante.

Cabe lembrar a existência de dinâmicas para que o adolescente não rejeite a aproximação dos pais, por exemplo. Nessa época, é comum que eles se afastem da família como forma de “respirar” ar externo. Isso porque passam a enxergar os pais como “inimigos” ou carrascos. É por meio deles que vai receber o temido “não” ao desejo de liberdade.

Qual o intuito da Psicoterapia da Adolescentes?

A intenção da terapia não é moldar o jovem a um padrão estipulado pelos pais. O que de fato ela fará é lapidar a pessoa com o intuito de que se mostre mais plena em relação ao seu comportamento.

Cabe ressaltar a confidencialidade como parte estrutural do processo. Muitos jovens temem serem expostos por seus terapeutas, mas há um código de ética entre psicólogo e paciente. O acordo que vigora é que o adolescente conte tudo o que o aflige e o terapeuta o ajude sem questionar, julgar ou divulgar. O processo parece bom demais à verdade… e de mas de fato é.

Devido à individualidade de cada um, o tratamento vai depender de como esse se apresenta. É um processo individualizado, visto que os problemas e tensões também são. Ao decorrer da terapia, os métodos e abordagens vão sendo renovados a fim de que se obtenha sucessos diferentes. Leve o tempo que achar necessário, poderá obter uma resposta concreta.

Por Fabiana Alonso | Psicóloga  – CRP 06/146061

Se você tem alguma dúvida sobre o assunto ou deseja agendar uma consulta de psicoterapia para adolescentes, entre em contato pelo FORMULÁRIO  DE CONTATO ou pelo Whatsapp 11 99940-3900

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Share This

COMPARTILHE