fbpx

O QUE É A PSICOTERAPIA E COMO FUNCIONA

 

Quando falamos sobre o processo de psicoterapia estamos nos referindo a um tratamento para problemas psicológicos e emocionais, ou mesmo a procura pelo autoconhecimento, se entender melhor, saber lidar com os sentimentos, e afins.

A psicoterapia utiliza técnicas verbais e não verbais, dessa forma, o profissional ajuda o paciente a refletir sobre suas questões, sua realidade e encontrar formas diferentes e também criativas para aliviar sintomas, angústias e pensamentos distorcidos.

Ainda hoje algumas pessoas tem um certo receio de procurar a psicoterapia, mas é um processo natural, muitas vezes necessário onde a saúde mental é tratada.

A medida que vamos conhecendo a psicoterapia, esse pré-conceito pode ser deixado de lado! E por isso resolvemos trazer em nosso artigo de hoje aspectos funcionais sobre a psicoterapia! Confira.

Como é o começo do processo de psicoterapia?

Algumas pessoas têm “pânico’’ quando pensam na primeira sessão de psicoterapia, e ao mesmo tempo, muita curiosidade em saber como funciona.

Estamos falando de uma consulta de 50 minutos (depende do profissional) em um primeiro momento será uma apresentação, você vai falar sobre os motivos que te levaram até ali, e o profissional acolherá sua demanda e fará o chamado “contrato’’ com você.

Isso significa que nessa primeira sessão você vai basicamente se apresentar, juntamente com sua demanda por tratamento. E o profissional vai falar sobre o sigilo profissional, faltas na sessão, valores, formas de pagamento e pode esclarecer algumas dúvidas e fazer algumas intervenções necessárias neste primeiro contato.

E as sessões seguintes?

Depois que o profissional conhecer sua demanda, ou seja, o motivo real que te levou a procurar ajuda, é hora de começar o trabalho! Você vai trazendo conteúdos e queixas, e o profissional vai trabalhando com eles.

Há diversas formas de se trabalhar comportamentos e pensamentos. E isso vai depender da linha teórica que o seu psicoterapeuta segue. Há formas diferentes de trabalhar o mesmo problema.

Na psicoterapia de orientação psicanalítica, o profissional vai tentar chegar à raiz do problema, investigando dados do seu passado e tentando captar aspectos conscientes e inconscientes, apresentando suas representações, repetições, associações com o tema envolvido.

Por isso, é importante ressaltar que o processo de psicoterapia não é igual para todas as situações, além da teoria adotada pelo profissional depende da sua demanda.

O psicólogo realmente deve ter sigilo com as minhas informações?

Um receio muito grande que as pessoas possuem é das suas informações “vazarem’’ de alguma forma. Mas não se preocupe quanto a isso, o profissional ético precisa guardar sigilo de toda e qualquer informação.

Caso não cumpra, pode ter o seu registrado cassado pelo Conselho de Psicologia, dessa forma, ficando sem poder atuar. Essa questão de sigilo é levada muito a sério dentro do processo de psicoterapia, por isso pode ir sem medo.

O profissional pode quebrar sigilo somente em casos de crimes, ou mesmo quando a vida do paciente ou de outra pessoa se encontra em risco, ou seja, somente em casos excepcionais e mencionados em lei o sigilo deve ser quebrado.

O profissional vai me julgar em algum momento?

Outra dúvida bem comum que diversas pessoas têm em relação ao processo de psicoterapia é se o profissional julga as informações que ouve.

E devemos lembrar que estamos falando de uma ciência, com técnicas e métodos comprovados, dessa forma, tudo que é falado é válido, e trabalhado, e não julgado.

O profissional entra na sessão tirando seus julgamentos, valores e crenças. E essa é a grande diferença de conversar com um amigo e um psicólogo, por exemplo.

Pode até parecer para você que é a mesma coisa, mas não é. Justamente porque o profissional consegue tirar tudo que contamina sua visão, e mais do que isso, não há sentimentos pessoais envolvidos como é o caso de uma conversa entre amigos.

E o processo de alta como funciona?

O processo de alta é outro ponto importante no funcionamento da psicoterapia, mas é importante ter em mente que isso também vai depender da teoria adotada pelo profissional.

Há profissionais que determinam em quantas sessões vão trabalhar com a demanda do paciente, assim, você já sabe quando vai terminar. E outros que deixam essa questão em aberto, justamente pra ver como o paciente evolui.

Antes da alta paciente e psicoterapeuta conversam sobre a evolução, e vão fazendo algumas sessões espaçadas (por exemplo, a cada 15 dias ou uma vez por mês), para ver como o paciente está evoluindo sem acompanhamento.

Valores

O processo pode ser pago mensalmente ou semanalmente, depende do acordo entre profissional e paciente. Os valores variam de região, e até mesmo de teoria.

Lembrando que atualmente diversos profissionais atendem por planos de saúde, o que facilitou bastante o acesso da população à psicoterapia.

Agora que você entendeu como funciona o processo de psicoterapia fica bem mais fácil iniciar o tratamento.

Gostou do conteúdo? Deixe um comentário e acompanhe nossos outros artigos sobre o tema.

Caso deseja mais informações ou mesmo agendar uma primeira consulta. Entre em contato.

Por Fabiana Alonso – Psicóloga – CRP 06/146061

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Share This

COMPARTILHE